(51) 3269.5000 / (51) 99939.9392 relacionamento@hospitalar-ats.com.br

Dia Mundial do Coração

A importância da prevenção em qualquer idade

[]
1 Step 1
Cadastre-se para receber nossa newsletter
Nome
Previous
Next

O Dia Mundial do Coração foi criado em 2000 pela WHF – World Heart Federation, com o objetivo de divulgar os perigos das doenças do coração e prevenir possíveis ataques. Das iniciativas desenvolvidas pela organização para a promover a saúde cardiovascular, a WHF destaca a prática de rituais saudáveis no local de trabalho e em casa. No Brasil, de acordocom o Ministério da Saúde, cerca de 300 mil indivíduos por ano sofrem IAM- Infarto Agudo do Miocárdio, que acaba sendo fatal para 30% deles.

“Exceto pela herança genética, todos os fatores de risco para desenvolvimento de doenças cardiovasculares podem ser modificados. O tratamento da hipertensão arterial, do diabetes mellitus e cessação do tabagismo estão entre os principais fatores de risco a serem combatidos. A ciência tem feito sua parte no tratamento das doenças do coração: as angioplastias com implantes de stents coronarianos e as trocas valvares por cateterismo proporcionam uma sobrevida maior àqueles que necessitam”, explica o Dr. Marco Fossati, diretor médico da Hospitalar ATS.

Você sabia que a Hospitalar ATS possui Ambulatório? Clique aqui e saiba mais!

Os principais fatores de risco para o aparecimento de doenças cardiovasculares são: hipertensão arterial, colesterol elevado, tabagismo, diabetes, dislipidemia (níveis elevados de gordura no sangue), histórico familiar, estresse, obesidade e doença da tireoide. Muitas doenças cardiovasculares podem ser evitadas adotando hábitos de vida saudáveis como evitar o consumo de álcool e produtos de tabaco, realizar atividades físicas e adotar uma alimentação saudável.

Conforme a nutricionista da Hospitalar ATS, Mariana Beirão, “Os indivíduos que possuem algum fator de risco para doenças do coração necessitam de orientações nutricionais especiais. Aos hipertensos, recomenda-se controle da ingestão de sódio, presente no sal adicionado aos alimentos e nos alimentos processados e ultraprocessados. Os diabéticos tipo 2 necessitam controlar a ingestão do açúcar, principalmente na forma de sacarose. Por isso, devem evitar o açúcar branco, inclusive incorporado nas preparações culinárias, como bolos, tortas e doces caseiros. Quem está com colesterol alto precisa evitar principalmente o consumo de gordura saturada e trans. A gordura saturada está presente nas carnes, pele do frango, queijo, entre outros. A gordura trans está em produtos industrializados como bolachas recheadas, biscoitos, sorvetes, creme de padaria, entre outros. Por fim, os indivíduos com excesso de peso precisam encontrar o balanço energético consumindo a quantidade de alimentos e calorias adequadas para o funcionamento do corpo e realização das atividades diárias”.

Agende agora sua consulta com nossa nutricionista! 

[]
1 Step 1
Data
Nome
Fone
E-mail
Horáro
Previous
Next

Sintomas

Os sintomas que se manifestam em quase todas as doenças do coração ou que podem indicar algum tipo de comprometimento cardíaco, são:

  • Falta de ar;
  • Cansaço fácil, principalmente após a realização de algum esforço físico;
  • Dor como um aperto;
  • Queimação ou pontadas na região do tórax associada a formigamento ou dor no braço esquerdo;
  • Dor na região da mandíbula ou nas costas.

A maioria das doenças cardíacas não surgem de repente. Elas vão se desenvolvendo ao longo dos anos, muitas vezes sem apresentar nenhum sintoma. Algumas só são descobertas quando o indivíduo se submete a exames, como um simples eletrocardiograma (ECG) ou um teste de esforço, por exemplo. Por isso, ao identificar um ou mais dos sintomas citados acima, procure um cardiologista para uma avaliação mais detalhada.

Exames

O funcionamento do coração pode ser avaliado por uma grande diversidade de exames, cada um com suas funções, que são escolhidos pelo cardiologista ou clínico geral, de acordo com cada caso. Inicialmente, a coleta de sangue pode auxiliar na detecção dos fatores de risco que devem ser controlados, como: níveis de colesterol, glicemia, função renal e tireoidiana. Dentre os possíveis exames, o mais importante para iniciar a investigação cardíaca é o eletrocardiograma, pois revela qualquer tipo de anormalidade. Outros exames como: raios-x de tórax, ecocardiograma, teste ergométrico, cintilografia miocárdica, cateterismo cardíaco e angiotomografia de coronárias, quando indicados, ajudam a detalhar as doenças cardiovasculares.

Tratamento

Qualquer doença descoberta precocemente tem muito mais chance de ser tratada e controlada, e com o coração não é diferente. Com a evolução dos métodos diagnósticos, mais precisos e detalhados, o tratamento tem melhor resultado. Nos casos de pacientes com a doença estabelecida, são necessários tratamentos com os seguintes medicamentos: aspirina, beta-bloqueadores, inibidores de enzima conversora da angiotensina e estatinas, utilizados sempre conforme indicação médica.

Prevenção

  • Ir ao cardiologista e seguir suas orientações;
  • Praticar exercício físico regularmente conforme orientação médica;
  • Deixar de fumar;
  • Manter uma alimentação saudável, sem gorduras ou frituras, dando preferência às carnes brancas e comendo mais verduras;
  • Evitar o consumo excessivo de açúcar, massas, pães e alimentos industrializados;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

Mude um hábito de cada vez!

Seu coração agradece!

Você sabia que a Hospitalar ATS oferece soluções de cuidados em saúde fora do ambiente hospitalar?

Clique aqui e conheça nossos serviços!

Gostaram?

Esclarecemos suas dúvidas? Fale conosco!

Curtam nossas páginas Facebook – Instagram – Linkedin.
Share This