(51) 3269.5000 / (51) 99939.9392 relacionamento@hospitalar-ats.com.br

O que é Sepse?

 

[]
1 Step 1
Cadastre-se para receber nossa newsletter
Nome
Previous
Next

 

13 de setembro é o Dia Mundial da Sepse.

A sepse é uma inflamação generalizada do organismo contra uma infecção que pode estar localizada em qualquer órgão. Pode levar à parada de funcionamento de um ou mais órgãos ou levar à morte, quando não descoberta e tratada rapidamente.

Requer um diagnóstico médico e exames laboratoriais ou de imagem. A sepse é uma síndrome potencialmente grave, sendo considerada uma emergência médica.

A sepse é um problema grave de saúde. Dados divulgados pelo Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS)

impressionam: a sepse, hoje, é responsável por mais mortes do que o câncer ou infarto agudo do miocárdio. Estima-se cerca de 670 mil casos no Brasil por ano.

Esse ano, a campanha para o Dia Mundial da Sepse liderada pelo ILAS quer promover a conscientização tanto para o profissional de saúde quanto para a sociedade, com foco na melhora da percepção e do tratamento da sepse.

Reconheça a sepse e salve vidas. Quanto mais rápido o diagnóstico e o tratamento, maiores são as chances de cura.

Sintomas: sinais sugestivos de infecção como febre ou diminuição da temperatura corporal, dificuldade para respirar, aumento da frequência cardíaca, sonolência, confusão mental (principalmente em idosos), diminuição da produção de urina e pressão mais baixa que o normal.

Tratamento: inclui o uso de antibióticos e fluidos intravenosos. A resposta ao tratamento depende de vários fatores: resposta do organismo à infecção, local e tipo da infecção, agressividade do agente infeccioso, tipo e ação do antibiótico e desenvolvimento ou não de choque séptico. A resposta ao tratamento só poderá ser avaliada após horas e, às vezes, dias depois do início da terapêutica adequada.

Prevenção da sepse: As infecções que podem causar a sepse são adquiridas em qualquer ambiente. Pequenos cuidados podem fazer a diferença na prevenção da síndrome.

Adote alguns hábitos de saúde:

Observação: as informações disponibilizadas descrevem o que normalmente acontece. Não se aplicam a todas as pessoas, portanto sempre consulte o seu médico.

Fonte:

http://www.ilas.org.br/o-que-e-sepse.php

https://proqualis.net/notciaespecial/dia-mundial-da-sepse-afinal-voc%C3%AA-sabe-o-que-%C3%A9-sepse

https://www.einstein.br/doencas-sintomas/sepse-hemodinamica

https://hospitalsiriolibanes.org.br/sua-saude/Paginas/sepse-requer-diagnostico-tratamento-precoce.aspx

 

Gostaram?

Esclarecemos suas dúvidas? Fale conosco!

Curtam nossas páginas FacebookInstagramLinkedin.
Share This